quinta-feira, 30 de agosto de 2012

1 hora na barra

Como férias é sinónimo de ir para a praia com a maria e os miúdos:-(. decidi na passada semana ir a praia da barra em Aveiro.
Como não sou pescador de agua salgada, e apenas queria passar um bocado de tempo, levei a minha cana de pesca bolonhesa.Canita de 5 mt, ponteira ultra sensivel( cana 100% de agua doce), carreto mitchel sem embraiagem...tralhas da Praia(que ocupam a mala do carro todo), e lá fomos nós.
A praia nem estava má, não estava muito calor nem vento.Montei as tralhas, fui entretanto comprar uma dose de bixa, e esparei para depois de almoço para a "demolhar".
Por volta das 14.30 lá fui eu por cima das pedras para estender a cana....
Lancei a boia e logo ferrou um bodião.E pensei"isto promete", e depois outro, e mais um, e umas ferreiras.Ao todo cerca de 15.Até que vejo a boia a parar....simplesmente não se mexeu.decidi ferrar e .....zzzzzzzzz, que grande puxão, quase não deu tempo de destavar o carreto(lembrem-se que este carreto não tem embraiagem). Em poucos segundos foram quase 100 mt de linha.
Muita luta, algum cansaço nos braços e tenho o primeio deslumbre do bixo, um belo peixe porco.O problema é que estava a usar monofilamento0.18 no estropo, e nem galrrixo tinha. Fui descendo palas pedras até a dorda de agua para ver se arranjava algum sitio para o encalhar.
Ao descer reparei que tinha uma enorme plateia em cima do paredão a espera de ver que bixo é que vinha na ponta da linha.....até as pernas tremiam...
Foram uns bons 20 minutos de luta e lá o tirei fora de agua.
No final um bonito peixe porco de 1.200 kg.Nada mau, já não me lembrava o que éra pescar a boia...Fica a recordação deste feito, que de especial apenas tem o facto do material tão finesse que estava a usar.

domingo, 5 de agosto de 2012

"patoon" alterado

Apos ter perdido mais umas valentes horas de volta do meu hybrido a fazer alterações o resultado foi o que se segue.
Alterei os flutuadores, a cadeira, e coloquei um pequeno viveiro na parte de tras.
Agora sim, parece que foi comprado na loja.
Está pronto para atacar nas férias que aí veem


sábado, 30 de junho de 2012

batismo do pontoon

Mais uma manhã de pesca antes do trabalho.
Desta feita no rio vouga e com o meu novo ponton.


video
Até se portou bem, enbora o peixe não tivesse colaborado...ainda precisa de alguns retoques mas para um projeto feito em casa a custo 0 não está mal

segunda-feira, 25 de junho de 2012

no rio douro

No sábado resolvi ensinar o meu filho mais velho(8 anos), a pescar.
Segurar na cana é fácil, mas lançar e curricar, isso já é outra história...mas não se saiu mal, conseguiu tirar um lucio perca bonito...pena foi o material que perdeu, ou nas arvores, ou preso no fundo....

Mas isto é o prazer da pesca...ninguem nasce ensinado, e aos poucos lá vamos ter mais um pescador

terça-feira, 19 de junho de 2012

hybrido

A algum tempo que ando a pensar em comprar um pato ou um ponton.
Mas as coisas estão dificeis e o dinheiro curto....mas imaginação nunca faltou.
comecei um projeto a custo 0, utilizando materiais cujo o destino éra o lixo lá da
empresa.E o resultado é o que se segue:
Sei que ele flutua, falta se manobra bem e tira muito peixe:-)
construção dos flutuadores


forrar com tela

a cadeira

a estrutura a levar uns toques de pintura


E voila: um ponton( falta a box atras para o material, e alguns retoques)

domingo, 17 de junho de 2012

rio vouga

Esta semana andei pelo vouga com o meu briquedo
Muitos toques alguns achigãs, mas tudo de pequeno tamanho.Costumo pescar num local conhecido como "vala negra". Local pequeno de dificil acesso( a pé só de galochas), mas mesmo assim  faz-se notar a pressão de pesca que aqui aconteceu desde a abertura.As pessoas pescam indiscriminadamente e com pardelha, e simplesmente limpam tudo o que há no rio.
fico revoltado ao libertar um achigã e saber que ele vai parar ao saco de outra pessoa...nem que seja um pequenote de 10 cm.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

abertura

Primeira captura na abertura da época ao achigã.
Após 2 anos parado nada mal para a zona, um achigã de 38 cm pescado no baixo vouga lagunar